>[13.dez.18] Geral – INPI registra alta em decisões em 2018
Fonte: INPI/BR [adaptada]


O Instituto Nacional da Propriedade Industrial (INPI/BR) está encerrando este ano com forte aumento da produtividade das suas áreas finalísticas, redução do estoque de pedidos pendentes de exame (backlog) e queda do tempo de decisão, na comparação entre as projeções de 2018 e os resultados finais de 2017.

Em marcas, as decisões (deferimentos, indeferimentos e arquivamentos) subiram de 258.823 para 376.070 (+45%) e o backlog caiu de 358.776 para 189.122 pedidos (-47%), mesmo com o aumento de 10% de novos pedidos de registro. Os tempos de exame de pedidos com oposição caíram de 48 para 13 meses e de pedidos sem oposição, de 24 para 12 meses.

Na área de desenhos industriais, as decisões subiram de 9.122 para 13.350 (+46%); o backlog caiu de 9.288 para 2.353 pedidos (-74%); e o tempo médio de decisão foi reduzido de 16,5 meses para 13,7 meses.

Em patentes, as decisões passaram de 44.781 para 42.680 (-5%). No entanto, houve redução do backlog de 225.115 para 207.195 (-8%), já que o número de decisões foi maior do que a quantidade de novas solicitações (27.024). O tempo médio de decisão técnica foi reduzido de 10,2 anos para 10 anos.

< Voltar